Notícia


Simno realizou sua 2ª Assembleia Geral Ordinária de 2017

Apesar de curta, a pauta abordou assuntos relevantes para o segmento


Publicado em 13 de Março de 2017
Por: Assessoria Simno

A Segunda Assembleia Geral Ordinária do Sindicato das Indústrias Madeireiras e Moveleiras do Noroeste de Mato Grosso (Simno) foi realizada na noite de quinta-feira (09) e contou com a presença de diversos associados e convidados. Um dos presentes foi o presidente do Fórum Nacional de Atividades de Base Florestal (FNBF), Geraldo Bento.

Apesar de curta, a pauta abordou assuntos relevantes para o segmento, discutidos nas últimas reuniões do Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso (Cipem) e Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (FIEMT) em Cuiabá.

A assembleia foi conduzida pelo presidente Roberto Rios, juntamente com o vice-presidente Paulo Veronese. Atendendo a um pedido dos associados, a Empresa Nova Aliança, de Cuiabá, retornou a Juína para auxiliar as empresas que ainda não conseguiram finalizar o Projeto de Prevenção e Combate à Incêndio e Pânico. A representante da Nova Aliança, Srª Bianca se colocou a disposição dos associados.

O presidente também informou os presentes sobre a Audiência Pública que manteve com o Governador de Mato Grosso, Pedro Taques, e o vice Carlos Fávaro, no último dia 23 de fevereiro para falar da pavimentação da BR-174 entre Castanheira e Colniza que até agora não saiu do papel.

A reunião, que contou com a presença de deputados, prefeitos e representantes de várias cidades da região, aparentemente surtiu efeito. Segundo Rios, os trechos já foram licitados e a expectativa é que as empreiteiras iniciem as obras.

Aproveitando a oportunidade, o Simno protocolou junto ao Gabinete do Governador Pedro Taques ofício cobrando a recuperação da MT-170, trecho entre Brasnorte e o trevo com a BR-364 na Amaggi. De acordo com Rios, o asfalto se acabou e muitos buracos colocam em perigo a vida de quem trafega por essa importante rodovia para a Região Noroeste. Além do Simno, o Simava de Juara e Sindilam de Aripuanã também protocolaram ofícios cobrando a manutenção na rodovia.

Enquanto o presidente do Simno, Roberto Rios, e o Presidente do Fórum Nacional das Atividades de Base Florestal (FNBF), Geraldo Bento, participaram da audiência com o governador, o vice-presidente, Paulo Veronese, representou o sindicato na reunião do Cipem. Segundo ele, uma das preocupações é o Decreto 633/2016 que diz respeito ao ICMS de toras, além dos débitos gerados nas empresas que são adeptas ao Simples Nacional.

Outro assunto discutido foi o SisFlora 2.0,  o bloqueio das empresas pelo IBAMA para averiguação por meio da IN 01/2017 (Instrução Normativa), o que vem causando prejuízos ao setor, e o lançamento do Sistema Nacional de Controle da Origem e dos Produtos Florestais (Sinaflor).

De acordo com o Cipem, o novo sistema pretende reunir em uma plataforma única todas as informações relacionadas ao manejo florestal sustentável de todo o país e fechar o ciclo da cadeia produtiva, com controle de origem da madeira, carvão e outros subprodutos florestais, sob coordenação, fiscalização e regulamentação do Ibama. O Sinaflor foi instituído pela Instrução Normativa n° 21, de 24 de dezembro de 2014, em cumprimento aos artigos 35 e 36 da Lei n° 12.651/2012 e, segundo o MMA, deve ser implantado em todo do país até dezembro de 2017.



Início    |   Simno    |   Notícias    |   Fotos    |   Vídeos    |   Empresas    |   Downloads    |   Delegacias    |   Contato

Atendimento de Segunda a Sexta das
07:00 às 11:30 horas e das 13:00 às 17:30 horas.

Av. Floresta, Nº 484-N
Setor B - CEP: 78320-000

Juína - MT

Fones: (66) 3566-1698

E-mails:
Direção:
simnoexecutivo@gmail.com

Financeiro:
finansimno@gmail.com

Receba nossos editais em seu e-mails

SINDICATO DAS INDUSTRIAS MADEIREIRAS E MOVELEIRAS DO NOROESTE DO MATO GROSSO
Todos os Direitos Reservados 2014

Desenvolvidor e Hospedado por: